Não me digas adeus, ó sombra amiga, abranda mais o ritmo dos teus passos; sente o perfume da paixão antiga dos nossos bons e cândidos abraços! Não vás ainda embora, ó sombra amiga!

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Sombra amiga

Florbela Espanca

(Ex)Citação de Florbela Espanca

Não sou poeta, sou poetisa.